terça-feira, março 20, 2007

Kafka à Beira-Mar


Título: Kafka à Beira-Mar
Autor: Haruki Murakami
Editora: Casa das Letras

Sinopse
"Kafka à Beira-Mar narra as aventuras (e desventuras) de duas estranhas personagens, cujas vidas, correndo lado a lado ao longo do romance, acabarão por revelar-se repletas de enigmas e carregadas de mistério. São elas Kafka Tamura, que foge de casa aos 15 anos, perseguido pela sombra da negra profecia que um dia lhe foi lançada pelo pai, e de Nakata, um homem já idoso que nunca recupera de um estranho acidente de que foi vítima quando jovem, que tem dedicado boa parte da sua vida a uma causa - procurar gatos desaparecidos.
Neste romance os gatos conversam com pessoas, do céu cai peixe, um chulo faz-se acompanhar de uma prostituta que cita Hegel e uma floresta abriga soldados que não sabem o que é envelhecer desde os dias da Segunda Guerra Mundial. Assiste-se, ainda, a uma morte brutal, só que tanto a identidade da vítima como a do assassino permanecerão um mistério.
Trata-se, no caso, de uma clássica (e extravagante) história de demanda e, simultaneamente, de uma arrojada exploração de tabus, só possível graças ao enorme talento de um dos maiores contadores de histórias do nosso tempo."

Comentário:
Cheguei ao fim deste livro e pensei: "Que história doida!".
Pela sinopse dá para perceber o quão difícil é para conseguir vislumbrar um princípio, um meio e um fim. Muita coisa que fica em suspenso, sem resposta, só a da nossa percepção ou a que queremos dar...
Gostei mas sou sincera. Passou-me muito da substância ao lado...

Um comentário:

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

eu gostei. tenho saudades do Nakata...*