quarta-feira, março 21, 2007

O meu País Inventado


Título: O meu País Inventado
Autor: Isabel Allende
Editora: Difel

Sinopse:
"O Amor pelo Chile e uma grande nostalgia são a origem deste livro.
A presença contínua do passado, o sentimento de ver-se ausente da pátria, a melancolia por essa perda, a consciência de ter sido peregrina e forasteira: em O Meu País Inventado, Isabel Allende recolhe toda a emoção que isto implica, e transmite-a com inteligência e humor.
Analisado pelo olhar e pelas recordações da autora, o Chile torna-se um país real e simultaneamente fantástico, uma terra estóica e hospitaleira, de homens machistas e mulheres fortes, apegadas à terra. Mas, essencialmente, é o cenário da sua infância que aparece retratado: evocados com graça, aqui ganham vida de novo a sua original família, a casa dos avós, o cerimonial dos almoços, as histórias entrelaçadas, a do seu país e a sua própria, num tom intimista, de confissão autobiográfica poética."

Comentário:
Um cheirinho da vida de Isabel Allende. Uma perspectiva do Chile, país com características europeias perdido nos confins da América Latina. Parecido com Portugal. Gentes como a nossa...
Um livro suave, fácil de percorrer.

2 comentários:

mamã gaivota disse...

Gostei muito da Isabel Allende, mas sobretudo na época do retrato a sépia, casa dos espíritos, Filha da fortuna ou, mais antigo ainda, de amor e de sombra e contos de eva luna. Mas comprei a cidade dos deuses selvagens e o reino do dragão de ouro e desiludiu-me. Pareceu-me que mudou de público alvo. Parecem histórias juvenis. Por isso não comprei, nem este nem mais nenhum dela :S

Cristina disse...

Mamã Gaivota,

Esses livros eram mesmo dirigidos para um público juvenil. Depois voltou ao normal. Acho que melhorou e tudo...

Cristina